O que é o Ceratocone?

O que é a catarata
O que é e como se trata a Catarata.
27 de janeiro de 2017
Degeneração Macular
Degeneração macular relacionada à idade
8 de março de 2017

O que é o Ceratocone?

Tratamento do ceratocone.

Ceratocone, o que é?

O que é o Ceratocone?

A Ceratocone é uma doença em que a córnea desenvolve um formato cônico, em decorrência de um afilamento de seu estroma

Em geral se inicia na adolescência e tem progressão lenta até a quarta ou quinta décadas de vida, quando há estabilização do quadro, porém, pode haver estabilização em qualquer idade. Os pacientes podem apresentar quadros de gravidade muito diferente, sendo indicados tratamentos distintos, dependendo do caso.

Acomete os dois olhos na maior parte dos casos (cerca de 90%). Nos casos em que a pessoa apresenta a doença em apenas um dos olhos há uma probabilidade de 50% de que o olho normal também desenvolve a doença nos próximos 16 anos.

Sintomas do Ceratocone:

Em geral o paciente jovem refere visão embaçada de um ou ambos os olhos e no exame observa-se astigmatismo e miopia progressivos (os graus vão aumentando ao longo do tempo e o astigmatismo se torna irregular).

Muitas vezes o paciente refere ter trocado várias vezes de óculos e que nunca fica bom.

Não é uma doença que causa dor ocular, exceto em casos de hidropsia aguda.

Como é feito o diagnóstico do Ceratocone:

O exame médico por um oftalmologista é primordial para o diagnóstico correto. Há alguns sinais no exame que ajudam a identificar a doença:

1. Reflexo vermelho em gota de óleo

2. Reflexo em tesoura na retinoscopia

3. Estrias de Vogt: Linhas verticais finas no estroma corneano que podem desaparecer com a compressão ocular externa

4. Acúmulo de depósitos de ferro na base do cone (Anéis de Fleischer)

5. Protusão da pálpebra inferior ao se pedir para o paciente olhar para baixo (Sinal de Munson)

6. Afilamento estromal central ou paracentral com protusão apical e astigmatismo irregular

7. Fenômeno de Rizutti: Iluminando-se a córnea em sua região temporal observa-se o reflexo no lado nasal

Topografia de córnea:

É um exame complementar de grande importância no diagnóstico e na classificação, além de ser o método mais sensível para detecção do ceratocone inicial.

Pela ceratometria obtida no exame o ceratocone pode ser dividido em 4 graus crescentes de gravidade:

Grau 1: Ceratometria < 45 D

Grau 2: Ceratometria entre 45-52 D

Grau 3: Ceratometria entre 52-60 D

Grau 4: Ceratometria > 60 D

Hidropsia Corneana Aguda no Ceratocone

É uma ruptura na membrana de Descemet que propicia a entrada de humor aquoso para dentro do estroma da córnea.

Causa uma baixa visual imediata, lacrimejamento e dor ocular.

Deve ser tratada imediatamente.

Tratamento do ceratocone

O tratamento do ceratocone vai depender principalmente da gravidade do quadro e da tolerância e grau de exigência do paciente:

1. Óculos:
Usados nos casos mais iniciais para correção do astigmatismo regular e irregular de baixo grau

2. Lentes de contato:
Atualmente há lentes rígidas e de matérias flexíveis que podem ser utilizadas em ceratocone. Um teste clínico é fundamental.

3. Crosslinking

4. Anel intraestromal

5. Transplante de córnea

Crosslinking

Tem o objetivo de estabilizar a ectasia corneana, evitando que a doença progrida.

É realizado um procedimento no qual a córnea embebida em riboflavina 0,1% é irradiada com luz UVA, levando à formação de ligações covalentes entre as fibras de colágeno da mesma.

Ocorre um aumento da rigidez corneana de até 300%

Está indicado em casos não avançados de ceratocone.

Saiba mais sobre patologias.

Os comentários estão encerrados.