O que é a Córnea?

Nervo Óptico-Oftalmologista-Campinas-SP
O que é o Nervo Óptico?
10 de outubro de 2017
O que é Cristalino? Cristalino saiba tudo a respeito
O que é Cristalino?
17 de outubro de 2017

O que é a Córnea?

Córnea-Oftalmologista-Campinas-SP

Córnea-Oftalmologista-Campinas-SP

 

O que é a Córnea?

A córnea é um órgão essencial para a formação da imagem no organismo humano.

 

Suas funções

Transmissão de luz: Fazer o envio da luz para o interior do olho, permitindo uma visão mais clara dos objetos. Através dela é possível visualizar a íris e a pupila, que são componentes importantes dos olhos.

Refração: É a curvatura da córnea, que indica assim o grau do paciente (grau dos óculos)

Proteção: Funcionar como barreira, protegendo a parte anterior do olho.

Como é formada: A córnea é formada por 5 camadas:

Epitélio corneano anterior:

O epitélio corneano anterior é do tipo estratificado pavimentoso não queratinizado, composto por quatro a seis camadas celulares. Representa aproximadamente 10% da espessura total da córnea e possui alta capacidade regenerativa. Este epitélio apresenta diversas terminações nervosas livres, o que elucida o fato da córnea apresentar alta sensibilidade.

As células mais superficiais dessa camada da córnea apresentam microvilosidades mergulhados num fluído protetor que contém lipídios e glicoproteínas. Dentro de sete dias as células do epitélio anterior são renovadas (período necessário para que ocorra a mitose).

 

Membrana de Bowman:

A membrana de Bowman encontra-se abaixo do epitélio corneano anterior. Ela é uma membrana homogênea e relativamente espessa composta por finas fibras de colágeno e proteoglicanas organizadas em todas as direções. Tem uma formação altamente resistente, que auxilia no reforço da estrutura da córnea.

Membrana de Descemet:

Essa membrana possui de 5-10 µm de espessura, e é composta por fibrilas colágenas organizadas em uma rede tridimensional.

A formação desta camada ocorre aos quatro meses gestacionais, e a formação completa de sua camada superior ocorre ao final da gestação.

A membrana recobre toda a superfície do estroma, apresentando uma camada anterior próximo ao estroma e uma camada posterior próxima ao endotélio.

 

Endotélio

O endotélio posterior mede aproximadamente entre 4-6 mm em sua altura e 20 mm em seu comprimento

Quando ocorre uma perda das células endoteliais, as células remanescentes migram para à área lesionada, visando preencher o espaço que sofreu lesão, aumentando assim seu tamanho (polimegatismo) e consequentemente alterando a sua forma (pleomorfismo). Esses mecanismos são responsáveis pelo reparo endotelial, uma vez que a mitose das células endoteliais adultas é vagarosa e míngua.

Duvidas entre em contato com o Dr. Aron Guimarães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *